Elisabete Medeiros Tavares – A descrição de várias situações violentas e injustas vistas como sendo


por Milena Rampoldi, ProMosaik. No seguimento a entrevista a Elisabete Medeiros Tavares, que traduziu “A Irmandade Hiramic: Profecia do Templo de Ezequiel”. Perguntei-lhe acerca da motivação em traduzir este livro contra a injustiça em geral, e o sionismo como símbolo principal da injustiça, e a importância das traduções para os direitos humanos e para a justiça.

Qual é o seu percurso profissional e porque concordou traduzir este livro em particular?

Fui professora de Português e Inglês durante quase oito anos até 2010 quando vim para o Reino Unido e também traduzi documentos para instituições governamentais dos Açores (Portugal). Desde 2015 que sou tradutora e revisora de texto freelance com vários clientes em todo o mundo. Porque percebi que este livro tinha uma mensagem forte a ser transmitida, porque cedo vi que o autor tinha feito uma pesquisa aprofundada em jeito de preparação para este livro, pareceu-me ser um projeto muito interessante e queria fazer parte dele.

O que é que o tópico do livro significa para si e na sua opinião o que é mais importante acerca dele?

Acho que a noção de que a injustiça é aceite por muitos quando outros interesses (principalmente financeiros) estão em jogo é esmagadora. A descrição de diversas situações violentas e injustas vistas como normais por alguns é extremamente cruel. Pessoalmente, ninguém quer que estas situações aconteçam à porta de casa. E porque ocorrem tão longe, tornam-se aceitáveis… quando não o deveriam ser. Penso que o mais importante é chamar a atenção para a mensagem na sua totalidade porque só podemos alterar algo quando sabemos que existe e realmente queremos fazer algo para melhorar essa situação.

Quais são as principais dificuldades em traduzir de Inglês para Português e quais os desafios na tradução de qualquer livro?

Considero que os principais desafios dizem respeito a determinadas expressões idiomáticas ou até mesmo o uso da gíria. Alguns aspetos podem ser muito comuns e fáceis de traduzir, outros nem por isso. Assim pesquisar torna-se necessário. Além disso com que variante de Inglês ou Português estamos a lidar? Inglês falado nos Estados Unidos, no Reino Unido, Português Europeu ou o do Brasil? Existem muitas diferenças a nível do vocabulário, das estruturas frásicas, aspetos gramaticais específicos a ter em conta. A língua inglesa é bem mais linear em termos de gramática quando comparada com a língua portuguesa, por exemplo. Acredito piamente em traduzir a essência, o significado daquilo que o escritor pretende transmitir de modo que faça sentido para o leitor e que este aprecie o que está a ler e adquira novas informações.

É importante ter uma boa relação de trabalho e comunicação com o autor?

É vital. Ter uma boa relação de trabalho e comunicação com o autor permite ao tradutor poder esclarecer possíveis dúvidas e gerir o seu tempo de forma adequada e os seus esforços. Estar em contato quando necessário é essencial para ambas as partes desde que seja de forma consciente e sempre com os limites estabelecidos em mente. É também uma questão de respeito. Circunstâncias inesperadas podem ocorrer com qualquer um e é por isso que precisamos sempre de ser capazes de comunicar de forma apropriada.

Qual era a sua perspetiva do assunto do livro antes e depois de concluir o projeto?

Antes de trabalhar efetivamente no livro, apercebi-me que o tema é bastante conhecido e atual. Sem dúvida que depois de concluir o projeto, com os exemplos fornecidos no livro, com a descrição de determinados eventos, cenas e representação de certas entidades, tornou-se evidente que muitas injustiças estão a acontecer agora mesmo sem que ninguém faça nada acerca delas. E apenas uma parte delas é verdadeiramente conhecida do grande público. Considero que a pesquisa feita pelo autor é de suprema importância.

Porque é que a tradução destes livros é importante?

Quando um livro é traduzido noutras línguas, isso torna a sua mensagem disponível a uma audiência totalmente nova talvez não tão ciente de determinadas situações ou problemas para além daqueles que as notícias mostram. Ajuda a espalhar a mensagem a mais pessoas.

Que vantagem (se alguma) existe na decisão do autor em transmitir esta mensagem na forma de romance?

Para além do facto que o livro desempenha a função de falar sobre todas as injustiças a acontecer no passado e agora, acho que ao ser um romance faz com que esteja mais próximo de um público diferente porque o leitor irá apreciar a doce relação entre Conrad e Freya e quererá saber o que acontece com eles até ao final da história. Também as relações entre o Conrad e o seu pai Mark, entre Conrad, Freya e as outras personagens podem também ser relevantes para outras pessoas.

Qual é o seu próximo projeto e planos para o futuro?

Estou de momento a ler o primeiro volume de uma trilogia para aprender acerca das suas personagens e intriga já que irei traduzir os dois volumes seguintes deste novo projeto. Pretendo continuar a traduzir livros e a fazer revisão de texto de diversos tipos de documentos. Trabalhar de casa permite-me ler ótimos livros, entrar em contato com pessoas maravilhosas de todo o mundo e atingir um bom equilíbrio entre trabalho e família.

Featured Posts
Recent Posts